Sábado, 24 de Outubro de 2020
11964110902
Bastidores Eleições2020

Conheça Rihab Hammadeh

Candidata a Vereadora por Santo André

07/10/2020 11h00
294
Por: Redação Fonte: Redação
Conheça Rihab Hammadeh

Ocorrerá no dia 15 de novembro de 2020 o pleito para eleger a nova administração do município de Santo André. Com isso  estivemos em contato com Rihab Hammadeh, candidata a vereadora pelo partido PSD em um bate papo descontraído onde ela nos apresentou sua biografia, e suas propostas.

 

Segue abaixo nossa entrevista na integra, por Edmar Marques.

 

Edmar Marques:

Rihab pode se apresentar para nossos leitores?

Rihab Hammadeh:

 

Sou Rihab Hammadeh, tenho 51 anos, sou nascida em Damasco na Síria, naturalizada Brasileira, vim para cá com 5 anos de idade. 

Morei em São Bernardo do Campo, depois me mudei para Santo André, onde estudei nas escolas Luiz Martins, no Bairro Bom Pastor e Américo Brasiliense. Sou formada em relações públicas pela Universidade Metodista de São Paulo. 

Iniciei no serviço público na prefeitura de São Bernardo do Campo na Secretaria da Cultura, administrando dois teatros municipais por 12 anos. Em 2018 recebi o convite para trabalhar na Defesa Civil de Santo André. 

No início desse ano (2020), me filiei ao partido PSD, que defende valores morais, a família, o trabalho, o uso correto da verba pública com ética e respeito ao cidadão, que se alinham aos valores que também defendo.

Edmar Marques:

 

E Porque você deseja se tornar vereadora de Santo André? 

Rihab Hammadeh: 

 

A minha indignação com a Política é a mesma de qualquer cidadão, por isso decide sair da minha zona de conforto e me propor a tentar mudar, como disse trabalhei na Defesa Civil de Santo André onde passei a ter mais contato com as comunidades e com as pessoas carentes, pude conhecer pessoas bem vulneráveis e aquilo me tocou o coração, foi a partir daí que eu comecei a buscar formas de trazer para comunidade um projeto de humanização, pois antes de tudo, somos humanos e precisamos de amparo, afeto e generosidade nos momentos de necessidade! Daí a minha vontade de fazer algo a mais, um questionamento pessoal de como eu poderia ajudá-los. Foi aí que surgiu minha vontade de me candidatar a vereadora, pela cidade que tanto amo.

Edmar Marques:  

 

Caso eleita você se sente preparada para representar os munícipes? Como será seu modelo de gestão?

Rihab Hammadeh: 

 

Me sinto preparada sim....Quero fazer uma “Gestão Participativa”, uma gestão voltada para o social e que foque nas necessidades dos munícipes, ou seja, quero que os munícipes tenham acesso para trazer suas questões até mim e em contrapartida estarei disposta a lutar por eles na Câmara, sendo assim mais assertiva nas minhas propostas e apresentando Projetos de Leis que vão de encontro aos anseios dos cidadãos da nossa cidade.

Edmar Marques: 

 

E como você pretende fazer isto?

Rihab Hammadeh: 

 

Minha proposta é de “Gabinete de Portas abertas”, parece Simples, mas quando você pergunta para o munícipe se ele tem contato com seu Vereador poucos tem uma resposta positiva.  Como disse quero ter contato com o munícipe, quero que eles me tragam suas necessidades, assim eu conseguirei saber se o que eu estou levando até eles está sendo suficiente. Para isto criaremos uma ouvidoria para atender os munícipes, trabalhar com prazos e feedbacks para que não fiquem esperando sem saber se serão ou não atendido.

Edmar Marques: 

 

Certo, me fala um pouco sobre seu plano de governo.

Rihab Hammadeh: 

 

Nossas propostas comtemplam todas as áreas da administração pública, porém, tenho como foco principal visar o social e a humanização da sociedade. Os governantes estão olhando para a cidade e esquecendo que o cidadão tem sentimentos, questões como crianças carentes, violência contra a mulher, os portadores de deficiência, e idosos, precisam ser pesquisadas mais a fundo, as crianças de hoje, a gente percebe que não tem direção e muitas vezes estão ligadas a drogas, estão abandonadas! Então o que a gente faz? Queremos recuperar os Jovens e as Crianças. A gente só consegue isso se resgatarmos os valores morais e éticos das pessoas.

Edmar Marques: 

 

E quais são seus projetos para a Cidade?

 

Rihab Hammadeh:

 

A cidade tem uma demanda reprimida muito grande, estou montando uma equipe com parceiros para implantar projetos voltados para a valorização da família, projetos voltados à educação, como por exemplo, reintegrar na educação escolar a matéria educação moral e cívica nas escolas municipais, para ensinar desde a escola a respeitar o próximo, respeitar o nosso País, respeitar a família. Respeitar o Professor. A gente não pode colocar o filho na escola esperando que escola eduque nossos filhos, a escola é um complemento certo? Por isso teremos como foco, os valores morais e cívicos.

Quero também implementar educação no trânsito nas escolas municipais. Só aprendemos segurança no trânsito na autoescola, faixa de pedestres, farol vermelho, farol verde. Seria necessário ter isso na grade curricular para ensinar desde criança a respeitar as leis de trânsito, para que os números de acidentes diminuam, e desafoguem os hospitais. Viu como está tudo interligado?

Outra coisa que acho muito importante é religiosidade, sabemos que nosso País é Laico, mas  independente de qual seja a religião é importante incentivar e apoiar projetos que tragam religiosidade à população. Toda religião ensina respeito ao ser humano e padrões para sermos uma pessoa melhor, para ser uma pessoa mais estruturada e caridosa, e ter uma visão de família.

Irei priorizar na nossa administração a valorização e o respeito aos direitos da mulher. As mulheres possuem direitos, porém nem sempre eles são respeitadas, precisamos conscientizar as pessoas que as mulheres sofrem preconceito ou abuso, e muitas vezes não falam! Talvez por ter vergonha, por serem oprimidas, talvez elas não tenham como se sustentar então por isso elas não conseguem sair da situação de abuso. 

Todas as mulheres já sofreram algum tipo de preconceito mesmo que pequenas coisas como no trânsito escutarem frases do tipo “a aconteceu isso, só podia ser mulher”. Uma das formas de auxiliar essa mulher oprimida que quero fazer é implantar a delegacia da mulher 24 horas, porque a mulher não tem horário para sofrer um abuso, uma vez que a violência pode ocorrer à noite e a mulher teria que procurar ajuda somente pela manhã, sendo que o pior já aconteceu. Então uma das bases do nosso governo será implantar a delegacia da mulher 24 horas, já que mulher não sofre violência com hora marcada.

Outro projeto que quero implementar é para os idosos, é uma causa que quero abraçar com muito foco. A nossa ideia é ter um “Centro de Amparo Diário ao Idoso”.

Vou fazer um comparativo com uma creche para crianças, filhos de mães que trabalham para sustentar a casa. Esta mãe tem o apoio da creche onde elas deixam seus filhos pela manhã e buscam a tarde. Nem todo filho quer deixar seus pais em asilos ou casas de repouso, porém eles também precisam sair para trabalhar e não tem um local com cuidadores especializados, para poder acolher o idoso durante o dia e ao fim da tarde os idosos retornarem para sua família. Sabemos que isso não é muito fácil de conseguir, porém a prefeitura pode fazer parcerias com ONGs e Instituições, trabalhar os incentivos fiscais para poder ter esse apoio ao munícipe e criar esse tipo de local.

 

Edmar Marques:

 

Rihab pode nos fazer suas considerações finais?

 

Rihab Hammadeh: 

 

 Agradeço pela presença e convidar todos os leitores a nos conhecer melhor, conhecer nossas propostas, seguir em nossas redes sociais e acompanhar nossos trabalhos mais de perto. Conto com a confiança e o apoio de vocês, cidadãos andreenses, para que possamos juntos tornar nossas propostas uma realidade e juntos fazermos uma Santo André ainda mais justa. 

 

                Este foi nosso bate papo com a candidata Rihab Hammadeh, ficamos por aqui. Obrigado a todos e até a próxima!

Ele1 - Criar site de notícias